fbpx
contato@oriturlazer.com.br
+55 51 3073-6102

St. Maarten ou St. Martin

Colonizada por holandeses e franceses, esta ilha do Caribe está dividida em dois lados, com moedas, línguas e costumes diferentes. Dividida entre território francês (St. Maarten) e holandês (St. Martin). Em comum eles têm charme, gente bonita, hotéis de luxo, lojas de grifes, gastronomia sofisticada e uma infinidade de atrações culturais e naturais. São 37 praias , 14 cassinos e mais de 400 restaurantes, e não por acaso, o cenário para os mais diversos eventos. Festas, música, gastronomia, esporte, carnaval.
Considerada a Las Vegas do Caribe, St. Maarten é um dos destinos turísticos mais procurados do Caribe. E a comparação com a cidade americana é bastante simples: estar em St. Maarten é como visitar vários lugares
no mundo ao mesmo tempo. Do lado holandês, a capital Philipsburg evoca certa atmosfera de “capital do mundo” e surpreende os seus visitantes. Lá se fala inglês, tudo é cobrado em dólares e estão todos os cassinos da ilha.
No território francês, a atmosfera caribenha dá lugar à elegância europeia. A capital Marigot abriga mansões e casas de veraneio e é o point de celebridades e magnatas.

Não deixe de visitar:
Anguilla;
Mullet Bay;
Orient Beach;
Anse Marcel;
Maho Beach;
Simpson Bay;
Baie de Grand Case;
Baie Nettlé;
Feira de Marigot;
Fort de St. Louis;
Maho;
Passeio de Segways.

O que você deve saber

  • Não deixe de incluir Orient Beach ( ou Orient Bay) no seu roteiro. A praia de nudismo no noroeste da ilha é paradisíaca e quem não quiser tirar a roupa também pode visitá-la.
  • Os táxis não cobram muito, mas alugar um automóvel é uma boa opção para explorar os dois lados da ilha. Para os mais animados, uma sugestão é caminhar à beira mar pela orla das baías
  • O jogo é permitido em St. Maarten. Na ilha, o point é o Coliseum Princess Casino, uma casa de três andares, localizada em Philipsburg, a cerca de 3Km do aeroporto, toda decorada com atmosfera romana antiga. O maior cassino, no entanto, é o Royale, em Maho Village
  • O porto A.C Wathey Pier está cotado entre os “dez mais” para destinos de cruzeiros no mundo. Com instalações modernas, possui boulevard e área para passageiros à beira mar.
  • A ilha oferece passeios para todas as idades e gostos. É possível praticar snorkeling, passear de bicicleta, fazer trilhas ou velejar. Outra opção é o passeio de dia inteiro para ilhas vizinhas. De Dawn Beach, há vistas incríveis para Guana Bay e St Barths. Difícil resistir ao passeio até lá.
  • Um fato instigante é sobre a divisão entre os lados francês e holandês a “fronteira” é apenas um obelisco e a circulação entre os dois lados é livre.

 
[huge_it_maps id=”11″]
 
Anote
Aeroporto: Aeroporto Internacional Princess Juliana ( SXM). L’Espérance Airport ( lado francês/St Martin) atende a todos os voos de pequeno porte das ilhas vizinhas.
Capital: Philipsburg ( lado holandês), Marigot ( lado francês)
Moeda: Florim holandês, mas o dólar é bem aceito. No lado francês, o euro é a moeda oficial.
Idioma: O inglês é a língua predominante, embora o holandês seja considerado idioma oficial de St. Maarten e o francês a língua oficial de St. Martin. Além disso, o francês crioulo, o espanhol e o papiamento também são falados na ilha.
Visto: O lado holandês não exige visto para brasileiros. Mas, se o voo fizer escala em Miami, é preciso ter visto americano.
Vacina: Febre Amarela é obrigatória e deverá ser tomada 10 dias antes do embarque
Código de telefone: 599
Eletricidade: 110V ( lado holandês) e 220V ( lado francês)
Fuso horário: 01 hora a menos em relação ao horário de Brasília
Melhor época para viajar: Todo o ano, temperatura média de 22°C a 29°C
Informações turísticas: http://www.st-maarten.com/