contato@oriturlazer.com.br
+55 51 3073-6102

Costa Rica

Destino turístico por natureza. E que natureza! Além das praias no Pacífico e no Atlântico, comum a muitos dos países da América Central, a Costa Rica tem vulcões, florestas, montanhas, rios e lagos. Até aí, competição acirrada com destinos do próprio continente, que também exibem cenários semelhantes. Mas é só à primeira vista que a Costa Rica pode ser comparada aos “concorrentes”. Quem chega mais perto e para isso basta informar-se um pouquinho mais sobre o país descobre porque ele é tão único: porque conseguiu harmonizar, melhor que qualquer outro destino, a natureza e a presença humana. Tanto em seu modelo de urbanização e ocupação territorial quanto em relação ao impacto causado pelo fluxo crescente de visitantes.
Ainda na década de 1990, a Costa Rica “percebeu” que era necessário proteger seu maior bem a natureza. Era necessário desenvolver um programa de proteção e preservação da biodiversidade. E a Costa Rica fez isso. Tão bem, que o programa virou um certificado para a Sustentabilidade Turística (CST). O modelo foi exportado e ganhou o reconhecimento da Organização Mundial do Turismo, que o transformou em um certificado mundial.
Na prática, o que a Costa Rica quer é mostrar que sustentabilidade é algo real e concreto, tanto quanto necessário. E isso é visível para quem visita o país. Um bom exemplo é o Parque Nacional Manuel Antônio, que protege 683 hectares de terras e outros 55 mil hectares de oceano. Tem três praias, todas protegidas por guarda-parques, lagoa de 14 hectares, área de mangue e horário de visitação restrito, para garantir sossego e tranquilidade para os animais silvestres. As muitas iguanas, macacos, quatis e bichos-preguiça espalhadas pela área agradecem e os visitantes, também!

Não deixe de visitar:
Igreja de Zarcero;
Parque de Zarcero;
Parque Nacional do Vulcão Arenal;
Vale de Cartago;
Turrialba;
Praia Tamarindo;
Ilha Tortuga;
Parque Nacional Manuel Antonio;
Ilha do Coco (Patrimônio da Humanidade);
Basílica de Nossa Senhora dos Anjos;
Museu Nacional da Costa Rica;
Zoológico Nacional Simón Bolivar;
Sítio Arqueológico de Guayabo.

O que você deve saber

  • Além da CST, a Costa Rica criou também o programa Bandeira Azul Ecológica, para proteger praias e oceanos. O programa observa critérios de qualidade de água, claro, mas a educação ambiental das comunidades instaladas.
  • Gallo pinto é o prato nacional da Costa Rica. É uma mistura de arroz e feijão preto, com carnes de porco – mas não lembra em nada a feijoada, apesar dos ingredientes.
  • Não é só na preservação da natureza que a Costa Rica é modelo. O país é exemplo também quando o assunto é contribuir para a paz mundial. Desde 1948, a Costa Rica extinguiu seu exército. O orçamento destinado a equipamentos militares é aplicado em áreas sociais, como educação e saúde.
  • O sotaque do espanhol falado na Costa Rica é inconfundível . A combinação dos dois “rrs” lembra a pronuncia dos norte-americanos falando português ou espanhol. Aprecie sem moderação, porque os “ticos”, como são chamados os costarriquenhos, adoram boas conversas.

 
[huge_it_maps id=”15″]
 

Anote
Aeroporto: Aeroporto Internacional Juan Santa María (SJO)
Capital: San José
Moeda: Colón da Costa Rica
Idioma: Espanhol
Visto: Não é necessário para brasileiros
Vacina: Febre Amarela. Obrigatória e deverá ser tomada 10 dias antes do embarque
Código de telefone: 506
Eletricidade: 110V
Fuso horário: 03 horas a menos que Brasília
Melhor época para viajar: Entre dezembro e abril, quando o tempo é seco, com temperatura média de 22°C
Informações turísticas: http://www.visitcostarica.com/